26 abril, 2012

( )

            assim um antes do choque                            (momento)
            só tenho tempo de perdoá-la os olhos            (com)
            ver que o de brincar é pouco                         (tempo)
            ver que o que nos sobra é nada                     (pouco)

23 abril, 2012


distante onde a terra some pela neblina passa um rio, chama tempo. e pra lá o olho se me descrimina margem, peço paz um momento ou dois, atrás era vento. vi que ainda o dia aqui jaz, sua face é luz desfaz o meu disfarce justo agora quando.

11 abril, 2012

Bicromia

            Bicromia, desatenção
            algo como saudade slides, desfoque
                                         nossa última vez no clube cloro, imunológico
         tudo faz tanto por nós.
         sentido
alho-poró, poros da pele, mosaico de luz
            de repente coragem.
            E aquele beijo